Artes e Letras: Entrevistas

Em 2006 Boal deu uma entrevista para a publicação Artes e Letras: Entrevistas da EDUSP.

Segue trechos do ele disse:

por Walnice Nogueira Galvão Teoria e Debate, abril de 2006

“Uma das maiores expressões do teatro brasileiro nos conta um pouco de sua história, parte já publicada em Hamlet e o Filho do Padeiro: Memórias Imaginadas”.

Como você descobriu o teatro?

Quando eu era criança, não havia telenovela, mas o correio trazia, todo fim de semana, fascículos de romances, O Conde de Monte Cristo, A Ré Misteriosa. Minha mãe comprava, lia e dava para a gente ler. No domingo, toda a família se reunia em casa para almoçar, um almoço “ajantarado”. Vinham 25, trinta pessoas. Irmãos e primos, nos juntávamos e dramatizávamos os fascículos. Minha estreia no teatro foi aos nove anos. Mas minha estreia dirigindo foi em Nova York.

Continuar lendo

Programa da Feira Latinoamericana de Opinião (1971)

Fair of Opinion program

Em 1971, durante uma viagem aos Estados Unidos, Augusto Boal cria a Feira Latinoamericana de Opinião, ampliando e desdobrando a ideia da Feira Paulista de 1968 , um evento, mais que um  espetáculo , que marcou a sua época pela coragem e ousadia de todos os participantes , incluindo o público que acompanhava solidário essa arrojada ação do Teatro Arena .

Nesta nova Feira, a Latinoamericana, Boal incorpora uma nova dimensão, as mesas de debates , para discutir questões tais  como: “Teatro e revolução… que revolução?” , “Teatro nas prisões”, “O papel das Igrejas na transformação da sociedade”, “As relações entre Estados Unidos e Brasil” e “Porque o Chile é diferente?” com relevantes personalidades da época.

Segue na íntegra o programa da Feira, dirigida por Boal e produzida pelo TOLA (Theater of Latin America):

programa-a-latin-american-fair-of-opinion-2

Texto de José Ramón Fabelo Corzo sobre arte latinoamericana

“América Latina”: ¿al servicio de la colonización o de la descolonización?

Texto de José Ramón Fabelo Corzo publicado na Revista Casa de Las Américas n.276 (julho/setembro de 2014)

José Ramón Fabelo Corzo é Pesquisador do Instituto de Filosofia de Havana e professor-pesquisador do Mestrado em Estética e Arte na Faculdade de Filosofia e Letras na Universidade de Puebla – México.

Pode ser acessado pelo link:

 

fabelo-jose-r-america-la-tina-al-servicio-de-la-colonizacion-o-de-la-descolonizacion-revista-casa