Enrique Buenaventura na Feira Latino-americana de Opinião

Em 1972 Augusto Boal dirige na St Clemment´s Church em Nova York, a Feira Latino-americana de Opinião, produzida pelo TOLA (Theatre of Latin America) e baseada na Feira Paulista de Opinião criada pelo Teatro de Arena em 1968.

Um dos dramaturgos participantes foi o colombiano Enrique Buenaventura, que apresentou a peça “A autopsia”. A cena fazia parte de uma série denominada “Os papeis do inferno”, que abordavam diretamente a violência política colombiana.

As cenas descrevem situações cotidianas, mas extremamente violentas no país. São abordadas as múltiplas facetas da administração estatal abusiva, em que a morte, a tortura e muitas violações aos Direitos Humanos seguem sem nenhum tipo de penalização.

“A autopsia” coloca o medo como a principal forma de controle e foca naqueles que, mesmo sem participar de algum tipo de organização política, devem se submeter a ordens de certos comandos. É a história de um pai que precisa fazer a autopsia de um filho assassinado pelo Exército.

001Enriquebarriendo

Enrique Buenaventura na primeira sala do TEC (Teatro Experimental de Cali), fundado por ele (1969).

Foto retirada da página do autor: http://www.enriquebuenaventura.org/

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s