A traviata e a sambópera de Augusto Boal

No ano de 1999 o dramaturgo Augusto Boal inaugura a sambópera, a releitura de obras operísticas da tradição clássico-romântica. Nesta releitura o dramaturgo problematiza a questão do multiculturalismo no seio da sociedade brasileira.  “A Traviata: A Metáfora do Desejo” foi encenada em 2002, no Teatro Glaucio Gil com a direção geral de Augusto Boal e a direção musical de Jayme Vignoli.

Na foto, a atriz Ana Baird em cena.

#dobaudoboal

Traviata6 (2).jpeg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s