Como pode o Teatro do(a) Oprimido(a) auxiliar na discussão da violência contra a mulher? Por Érika Cecília Soares Oliveira

Este pequeno texto nasce como o início de uma reflexão minha a respeito das discussões que vêm sendo realizadas na academia a respeito da violência de gênero, mais especificamente a violência conjugal contra a mulher. Nele, tentarei inserir o Teatro do(a) Oprimido(a) como uma ferramenta metodológica de pesquisa e de intervenção social que pode ser utilizada neste debate. Aqui, parto do desejo de problematizar o gênero como algo construído cultural e historicamente e enfatizo seu caráter relacional, em que tanto mulheres como homens participam de sua construção e das relações de poder que dele emanam.

Clique aqui para acessar o texto completo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s