Fórum das Letras

Fórum das Letras discutirá a relação entre memória e esquecimento

Evento será realizado entre 12 e 15 de novembro e abordará questões ligadas à política, cultura e história, com participação de autores de diversas nacionalidades

 

A sétima edição do Fórum das Letras já tem programação definida. Sob o mote “Memória do Esquecimento”, o encontro deste ano será realizado entre os dias 11 e 15 de novembro, em Ouro Preto, e terá como eixo central a abordagem da memória artística e literária da cidade. As passagens de Elizabeth Bishop e do Living Theatre pela região terão destaque especial, bem como alguns dos maiores projetos literários fundados em Minas Gerais. Uma das presenças mais importantes em 2011 será a da atriz e escritora Judith Malina, que, há exatos 40 anos, foi expulsa do Brasil sob acusação de, juntamente com os demais integrantes do Living Theatre, difamar a imagem nacional em outros países, em um dos episódios mais controversos que a ditadura produziu no campo cultural. O Fórum das Letras é realizado pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e toda a programação do evento é gratuita.

Esta será a primeira vez que a dramaturgia ganha espaço de destaque no Fórum das Letras. O trabalho será realizado com curadoria da professora e pesquisadora Alessandra Vanucci (UFOP), que centrou a programação em duas figuras-chave para entender o teatro como forma de manifestação política no Brasil: Judith Malina e Augusto Boal. No dia 12 de novembro, sábado, Cecília Boal e Judith Malina conversam sob mediação de Sérgio Mamberti sobre a vida e a obra de Boal. Em seguida, a psicanalista e viúva do dramaturgo se une à profa. Eleonora Ziller, curadora do Acervo Boal, para uma homenagem à sua memória, com intervenção de alunos de Artes Cênicas da Universidade. No dia seguinte, domingo, atores e alunos das Artes Cênicas encenarão um ato público em homenagem aos desaparecidos na ditadura nas ruas de Ouro Preto e no Cine Teatro Vila Rica, com texto inédito de Judith Malina.

A promoção da literatura brasileira e o estreitamento das relações entre países lusófonos seguem como uma das principais bandeiras do evento. Em 2011, este objetivo será reforçado pela participação da romancista Lídia Jorge e do poeta Álamo Oliveira, de Portugal (com o apoio do GT Artes e Humanidades, em conjunto com o Instituto Camões). A presença de agentes literários como Nicole Witt, da Alemanha; e Jonah Straus, dos Estados Unidos; do pesquisador e tradutor alemão Berthold Zilly e do presidente da Biblioteca Nacional do Uruguai, Carlos Liscano, será fundamental para discutir também as possibilidades de integração de esforços entre a literatura latino-americana e brasileira.

Como tradicionalmente acontece, a língua francesa terá lugar especial, com a presença do francês Henri Loevenbruck, considerado um dos mestres do thriller na França e músico conhecido em toda a Europa, e do togolês Kagni Alem, com sua respeitada obra a respeito das manifestações originadas da relação Brasil / África durante o período da escravidão. Para Guiomar de Grammont, idealizadora do evento, “esta aproximação é fundamental para Minas Gerais e Ouro Preto, pois a cultura francesa é orgânica na formação da cultura brasileira”.

Entre os brasileiros confirmados para o encontro, ganham ênfase Adriana Lunardi, Ana Maria Gonçalves, Arnaldo Bloch, Marcelo Tas, Eduardo Jardim, Marcia Tiburi, Miguel Sanches Neto, Ronaldo Correia de Brito, Rubem Alves e Max Mallman. Destaque também para Adriano Macedo, Branca Maria de Paula, Jeter Neves, Malluh Praxedes e Sérgio Fantini, integrantes do Coletivo 21, grupo de escritores mineiros criado em 2011 com o objetivo de estimular a troca de ideias e buscar novas formas de aproximação entre os autores, leitores e possibilidades do mercado literário.

Em 2011, o Fórum das Letras será resultado de um processo colaborativo entre professores dos cursos de Filosofia, Letras, Artes Cênicas, Jornalismo e Música da UFOP, com curadoria geral da professora Guiomar de Grammont. Para a idealizadora do evento, “o Fórum se consolida como momento de amostra do que de melhor tem sido feito no mundo literário e assume, cada vez mais, sua missão de defesa e promoção da literatura brasileira em nosso país e no exterior. A história e a memória de Ouro Preto e Minas Gerais são centrais nesta edição, pois a importância do Fórum das Letras encontra-se, sobretudo, no fato de se situar na antiga Vila Rica, cidade na qual tiveram origem alguns dos mais importantes movimentos literários do Brasil”.

De acordo com o pró-reitor de Extensão da Universidade, Armando Wood, cerca de 35.000 pessoas são aguardadas para esta edição do evento. “Esperamos que o Fórum ganhe proporções cada vez maiores e que cresça também nossa aproximação com escritores, editoras e, principalmente, com os leitores e a comunidade local. A memória de Ouro Preto merece ser valorizada, e é isso que pretendemos ao eleger o tema que norteará os debates e todas as homenagens que fazem parte deste encontro, como o centenário de Elizabeth Bishop, que aqui viveu durante tantos anos, e os 300 anos de Vila Rica”, afirma.

Homenagens

São diversas as homenagens previstas para o evento. A literatura mineira terá destaque especial, com homenagem à vida e obra de Rui Mourão e a participação de Frei Betto e Lucas Figueiredo no debate “As Minas Gerais: 300 anos de Aventura, Literatura, e fé”. Terão espaço ainda a comemoração de aniversários de projetos fundamentais para a cultura brasileira, como os 25 anos do Projeto Sempre Um Papo, comandado pelo jornalista Afonso Borges, e os 45 anos de fundação do Suplemento Literário de Minas Gerais, um dos mais importantes periódicos literários do Brasil.

 

O centenário Elizabeth Bishop (1911-1979) será celebrado por meio do Congresso Internacional “Deslumbrante Dialética: O Brasil no Olhar de Elizabeth Bishop”, promovido pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O encontro será realizado entre os dias 9 e 12 de novembro, em Ouro Preto e Mariana, e se debruçará sobre a rica obra deixada pela americana, cuja vida foi marcada pela passagem pelo Brasil. O evento conta com coordenação da professora Maria Clara Galery e está voltado para professores universitários, graduandos e pós-graduandos (mestrado e doutorado) e as inscrições podem ser feitas pelo email congressobishop@gmail.com.

 

Programação paralela

Em 2011, o Fórum das Letras dará prosseguimento à programação paralela, marcada pela Via Sacra Poética – conjunto de eventos de música e poesia, composto pela realização de saraus, leitura de poesias, entre outros, sob coordenação de Flaviano Silva – e pelo Fórum das Letrinhas, importante conjunto de atividades voltadas para o público infanto-juvenil, que acontece ao longo do semestre nas escolas públicas de Ouro Preto e seus distritos. O Fórum das Letrinhas é centrado na promoção de debates com a participação de crianças e adolescentes, esquetes teatrais baseadas em literatura, distribuição de livros para escolas e ações educacionais, como oficinas e colóquios para educadores, com curadoria da professora e escritora Mônica Versiani.

Outro destaque será o Ciclo Bravo! de Jornalismo Cultural, organizado pela professora Marta Maia. O projeto, resultado de uma parceria entre o Fórum das Letras e a revista Bravo!, é voltado para estudantes de Comunicação de todo o país e tem como objetivo promover discussões a respeito da produção jornalística no campo cultural. Na edição deste ano estarão presentes os jornalistas Arthur Dapieve (O Globo), Eliane Brum (Revista Época), João Gabriel de Lima (Bravo!), Paulo Roberto Pires (Serrote) e Paulo Markun, entre outros, como palestrantes. Pela primeira vez, o evento contará também com a realização de cursos, com a participação de Paulo Roberto Pires na oficina “Jornalismo Cultural” e Mathews Shirts em “Crônicas”. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.forumdasletras.ufop.br.

Em parceria com o Fórum das Letras, o Instituto Cultural Amilcar Martins (ICAM) expõe pela primeira vez sua rara coleção Mineiriana. Mais de cem obras – entre livros, revistas e documentos históricos – poderão ser vistas pelo público na mostra “300 anos de impressões”, que será realizada no Centro Cultural da Fiemg.  Entre os destaques estão as primeiras edições dos livros de Marília, de Tomás Antônio Gonzaga. Duas outras joias expostas serão o Áureo Trono Episcopal e o Triunfo Eucarístico, que retratam as duas maiores festas barrocas do século XVIII. Do século XIX, destacam-se as coleções do escritor romântico Bernardo Guimarães e, do início do século XX, a obra poética do simbolista Alphonsus de Guimaraens. A curadoria conjunta foi feita pelo diretor do ICAM, Amilcar Martins Filho, pelo jornalista André Nigri, pelo crítico literário Cléber Cabral e pela ensaísta e crítica de arte Cristina Ávila.

Mais informações sobre a sétima edição do Fórum das Letras de Ouro Preto estão disponíveis no site www.forumdasletras.ufop.br.

——————————————

Fórum das Letras 2011

Ouro Preto, 12-15 de novembro 2011

TEMA: MEMÓRIA DO ESQUECIMENTO

Programação relativa aos dias 12 e 13 de novembro

12.11, às 19h conversa aberta Judith Malina – Cecilia Boal. Entrevistador: Sergio Mamberti.

às 20.30 BOAL: vida, arte, resistência

Participantes: Cecília Boal, profa. Dra. Eleonora Ziller (diretora da Faculdade de Letras da UFRJ e curadora do Projeto Boal na UFRJ). Mediadora: Alessandra Vannucci (DEART-UFOP). Intervenções de alunos do DEART-UFOP com cenas de textos dramatúrgicos de Boal (Projeto de Extensão: Madalenas, Teatro das Oprimidas).

Local: cinema.

13.11              às 13h JUDITH MALINA: vida, arte, resistência

Participantes: Judith Malina, Sergio Mamberti (Secretário de Políticas Culturais do MinC), prof. Dr. Zéca Ligiero (UNIRIO), Cecilia Boal, Brad Burgess e Thom Walker (Living Theatre), alunos e alunas do DEART-UFOP. Textos do Julian Beck, inéditos no Brasil e outros. Local: cinema

 

às 14h30 ATO PUBLICO EM MEMORIA DOS EXILADOS E DESAPARECIDOS SOB A DITATURA MILITAR. Local: Praça Tiradentes

 

Programação sob a curadoria e direção da prof. Dra. Alessandra Vannucci (DEART-IFAC).

Realização Forum das Letras em parceria com o Departamento de Artes Cênicas da UFOP.

Produção: Fernanda Bento, cell. 031-93242562

_________________________________

ASSESSORIA DE IMPRENSA

 

ETC COMUNICAÇÃO – (31) 2535-5257

Jihan Kazzaz – jihan@etccomunicacao.com.br

Núdia Fusco – nudia@etccomunicacao.com.br

Tamira Marinho – tamira@etccomunicacao.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s